You are here: Home \ Produtos \ Almilax

Almilax

Almilax Natur é um suplemento alimentar constituído à base de extratos de plantas que ajudam na normalização e regulação do trânsito intestinal em casos de obstipação.

Descrição

Almilax Natur é um suplemento alimentar constituído por extratos de plantas de Cáscara-sagrada, Sene, Ispagula, Kiwi e Boldo que ajudam na normalização e regulação do trânsito intestinal em casos de obstipação. As suas fibras estimulam a secreção de água e a contração das paredes intestinais permitindo a manutenção da motilidade intestinal.

Conselhos de utilização
Administração por via oral: 1 a 2 comprimidos ao deitar.
Advertências
Devido à inexistência de estudos que confirmem a segurança de utilização em caso de gravidez e aleitamento, este suplemento não deve ser utilizado nestas situações, salvo indicação médica. A toma de Almilax Natur em crianças não é recomendada. O produto não deve ser utilizado no caso de hipersensibilidade, alergia e quando estejam descritas interações de outros produtos com qualquer um dos constituintes da formulação. Não deve ser excedida a toma diária recomendada, salvo indicação do seu médico ou farmacêutico. Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado. É importante um regime alimentar equilibrado e um modo de vida saudável. Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Obstipação – Cuidados e Conselhos

O que é a obstipação/prisão de ventre?
A obstipação trata-se do movimento lento das fezes através do intestino grosso e dificuldade de evacuação e defecação.
Considera-se que sofrem de prisão de ventre os indivíduos que não tomam laxantes e em que existe a ocorrência de 2 das seguintes alterações durante pelo menos 4 meses:
» Esforço defecatório em pelo menos 25% das defecações;
» Fezes duras ou irregulares em pelo menos 25% das defecações;
» Sensação de evacuação incompleta em pelo menos 25% das defecações;
» Sensação de obstrução/bloqueio anorretal em pelo menos 25% das defecações;
» Utilização de manobras manuais para facilitar a evacuação (uso dos dedos, apoiar o pavimento pélvico), em pelo menos 25% das defecações;
» Menos de três dejeções por semana.

Causas
» Alterações que perturbam os movimentos do intestino: ingestão insuficiente de fibras e líquidos, síndrome do intestino irritável, doenças do sistema nervoso (lesão do cordão da coluna vertebral, doença de Parkinson, esclerose múltipla, doenças psiquiátricas (depressão), etc.;
» Alterações que afetam o chamado “pavimento pélvico” (conjunto de estruturas anatómicas que limitam o tronco humano por baixo e que incluem o canal anal, órgãos sexuais e urinários);
» Alimentação esporádica ou em porções muito pequenas;
» Não ir à casa de banho quando sente necessidade;
» Exercício físico insuficiente ou problemas de saúde;
» Desidratação ou ingestão insuficiente de líquidos;
» Gravidez tardia;
» Crianças.

Fatores de risco
» Idade acima dos 55 anos;
» Mobilidade limitada;
» Cirurgia abdominal ou do pavimento pélvico recente;
» Insuficiente ingestão de fibras e líquidos;
» Polimedicação (em especial nos mais idosos);
» Doenças gerais do sistema nervoso;
» Doenças em estado muito avançado;
» Viagens;
» Antecedentes de obstipação crónica.

Como evitar?
Métodos naturais
O mais aconselhado é tratar a obstipação através de medidas de educação do doente para que este adote um estilo de vida saudável:
» Beber muita água (1,5 a 2 litros por dia);
» Comer muitos alimentos ricos em fibras, tais como: frutas frescas (ameixas, kiwis, frutos vermelhos), legumes e leguminosas, cereais, pão integral;
» Manter um horário regular para as refeições;
» Mastigar bem os alimentos, tornando a hora da refeição um momento de pausa e de descontração;
» Praticar desporto regularmente;
» Evitar o sedentarismo;
» Evitar reprimir o estímulo da defecação, por alteração de alguns hábitos;
» Controlar o stresse.

Idiomas »
WordPress Themes